FUTUROS AMORES

Um blog sobre amor, arte e acaso.

21 de jun de 2011

Auto revolução

Postado por Priscila |

Cadê os meus sapatos mágicos???

Agora -- nesse exato momento -- quero ficar assim, quietinha. Não quero sair de casa.

Quero ficar pensando. Ensimesmada em "não-sei-o-quê".
Quero ler Os Miseráveis e chorar ao ver a minha miséria refletida em Jean Valjean.
Quero comer meu ovo de páscoa -- que ainda está na geladeira -- sem culpa.
Quero ter um pouco mais de grana para conhecer o Chile -- e a Turquia, e Praga, e Paris, e Londres.
Quero -- do fundo do meu coração -- olhar para mim e me sentir bem apesar de não saber o que quero para a minha vida (não sei se vou morar sozinha, se compro uma bicicleta, se tomo uma coca-cola ou se faço um doutorado).
Quero me olhar no espelho e reconhecer as minhas primeiras rugas como coisas boas.
Quero ver meus amigos, principalmente aqueles que me fazem ter boas ideias, mas estão longe. Quero, então, pelo menos, ter tempo e dinheiro para visitá-los!
Quero reencontrar a alegria de fazer algo pelos outros. Não quero fazer nada por obrigação, ou no módulo automático, mas por amor.


Eu quero auto revolução, já! Mas antes, um momento de reflexão antes de começar a caminhada pela estrada de ouro...

1 comentários:

Parte de mim disse...

adorei!
siga a rua de ladrilhos amarelos, ou no seu caso, de ouro. Foi isso que disse numa peça de teatro para uma Doroty.
Tenho os mesmos sapatos vermelhos, aveludados e com um salto enorme. Fetiche e admiração.
Mas nada material garante que o caminho é melhor, as revoluções lentas e internas são as que fazem bem para o espírito. Que as suas tenham tormentas e conflitos, mas muito mais felicidade e esclarecimentos.
Como escuto todos os dias por conta de uma aula de ballet ao lado da minha casa, "Somewhere over the rainbow, way up high and dreams that you dreamed of, dreams really do come true"