FUTUROS AMORES

Um blog sobre amor, arte e acaso.

3 de abr de 2014

Carne que sangra

Postado por Priscila |

Azulejaria em Carne Viva series "Lingua com Padrão Sinuoso" 1998
(óleo sobre tela, poliuretano sobre madeira e alumínio)




A alma em carne viva, sem entender muito bem, segue em sua jornada...

Tudo dói, tudo sangra.
E no silêncio se recolhe (e se encolhe).

A alma em carne viva não quer mais ouvir as vozes furiosas que devoram...
As frases confusas que enganam...
Os afetos que violentam na ignorância...

A alma em carne viva, dorme... Em escombros.
O Sagrado está morto.
O que de melhor havia, não era tão "melhor" assim...

"Ame-se."
A voz sem compaixão emite a ordem.
(Como se fosse a única verdade)

Todo o aprendizado estava errado?
A alma em carne viva, percebe-se na sombra...
De uma luz que nunca existiu.

Você, que desconhece a verdade.
          que ama, mas que não é suficiente.
          que dá o seu melhor, quando ainda é pouco.
          que não basta, apesar do esforço:
          "-- Ame-se!"


A alma em carne viva vaga...
Constrói castelos, cria estradas,
Mas ela, apesar de tudo, é apenas o que consegue ser...
E está cansada.

0 comentários: