FUTUROS AMORES

Um blog sobre amor, arte e acaso.

29 de fev de 2012

Lembrete para mim mesma (2)

Postado por Priscila |

Conhece-te a ti mesmo.
(Sócrates)
E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
(João 8:32)

Não é responsabilidade nossa fazer com que o outro goste de nós.
O amor não é uma “recompensa” dos nossos esforços de fazer o outro feliz.
Amor é uma doação.
Ou a pessoa doa por vontade própria, ou nada mais a fará doar.

Se o outro não é capaz de se tornar íntimo, de se permitir, não cabe a nós “estimular”, ou nos “esforçar” para aproximar os laços. É preciso humildade para reconhecer os nossos limites. Cada um é responsável por si mesmo.
***

"Deus me dê serenidade para aceitar as coisas que não posso modificar,
coragem para modificar as que posso,
e sabedoria para distinguir a diferença."

***
Tire o peso das suas costas e volte-se para dentro de si. Dedique-se à delicadeza dos pequenos momentos. Busque a satisfação das coisas que gosta. Viver, amar e ser feliz é um exercício diário.



2 comentários:

Daniele Moreira disse...

Amiga a felicidade não é predestinada, temos que construì-la com as nossas pròprias mãos. Nesse caso, não podemos nos conformar e pedir pra aceitar o que não podemos mudar, pq na verdade nòs podemos mudar tudoooo. Conte sempre comigo.

Priscila disse...

Amiga, nos podemos mudar sim, mas apenas a nós mesmos. Mudar o "outro" não é nossa responsabilidade, entende? É disso que estou falando. Assim como é importante mudarmos, é importante também reconhecermos esse nosso limite.

Nem tudo que nos incomoda é culpa nossa. Agora, é responsabilidade de cada um escolher o que é bom para si. Se algo torna-se insustentável é melhor reconhecer que não se pode modificar e ir atrás da nossa felicidade.

Como você diz, eu sou responsável pela minha felicidade e de mais ninguém. E não posso deixar que as limitações do outro me afetem. Eu não sou responsável por elas. =)