FUTUROS AMORES

Um blog sobre amor, arte e acaso.

21 de abr de 2011

Personagem clássico favorito: Mr. Darcy

Postado por Priscila |

Sempre torci o nariz  para Jane Austen por puro preconceito. Nunca li nenhuma obra dela e, mesmo assim,  achava que ela escrevia histórias melosas demais (que vergonha!).

 Até que, por engano, assisti a adaptação de "Orgulho e Preconceito" (2005) para o cinema. Aí, a lâmpada acendeu. Este será um dos livros que provavelmente lerei após o mestrado.

Em linhas gerais a história é a seguinte: 

"Mr. Darcy é um homem vaidoso, arrogante e preconceituoso, dono de grande fortuna, que chega à região onde reside a família Bennet. A fortuna e instrução de Mr. Darcy fazem com que ele acredite ser superior aos Bennets, em especial a Lizzie, uma das filhas, que, de imediato, adquire antipatia pelo rapaz. Esta, por sua vez, precisa se casar, uma vez que, na época, apenas o homem herdava o patrimônio familiar.
 A trama se desenrola de tal forma, que o sentimento de menosprezo entre eles vai se transformando  em atração. Em dado momento, já mais cedido aos encantos da moça, Mr. Darcy chega a pedi-la em casamento, mas o faz de modo ofensivo, reafirmando sua superioridade social. Lizzie, orgulhosa, o rejeita apesar de já nutrir um sentimento por ele."


 A história é encantadora e merece uma atenção especialmente dos rômanticos que acreditam no amor como redenção.

Mr. Darcy é o meu favorito graças à interpretação de Mathew Macfadyen. Adoro as pausas, as hesitações cheias de inteção que ele imprime a personagem... É realmente de suspirar! Qualquer uma nessa hora desejaria ser Elizabeth Bennet! Confesso que não assisti a tão elogiada interpretação de Colin Firth, mas fico satisfeita com o trabalho de Macfadyen.

Minhas cenas favoritas são:
- A cena do baile;
- A cena da tempestade;


3 comentários:

poetriz disse...

Olha, eu também tinha preconceito até assistir "O clube de leitura da Jane Austen", em seguida veio a biografia dela, e aí me apaixonei.

Mr.Darcy é maravilhoso. Esse filme que você cita é bem fiel ao livro como raros.
E só lendo pra amar e entender a Lizzie também.

Bjs!

Parte de mim disse...

Jane é uma boa opção, mas apesar da história te um enredo de romance, não só em Orgulho e preconceito, mas em Razão e Sensibilidade, Emma e etc, vejo ela como um bom exemplo de como era a sociedade pelos olhos de uma mulher que tinha uma visão além de sua época.
Pelo filme que mostra a vida dela, Becoming Jane com Ana Hathaway (não sei se o nome dela está certo) dá para ver como ela pensava. Tá bem mais ou menos, mas dá para ver as influências dela, do diálogo com a Ana Radcliffe e tal.
Bom gosto dela por esses motivo e acho sim uma ótima leitura. Se quiser tenho pelo menos Orgulho e Preconceito, mas em inglês.
Ah veja as produções para BBC sobre a obra dela e Desejo e Reparação do Ian McEwan, isso se já não tiver visto. =)
Boa diversão

ps:os atores são uma beleza =)

SolBarreto disse...

Eu ao contrario de você sou super fã de Jane Austen rsrsr
Imagine so uma mulher naquela epoca com as ideias bem a frente do seu tempo e com coragem de coloca las no papel.
Suas personagens sao corajosas e sempre dispostas a encarar o mundo por aquilo que acreditam.Quanto mais ler, mais vai gostar