FUTUROS AMORES

Um blog sobre amor, arte e acaso.

19 de nov de 2010

mONsTrO - 2

Postado por Priscila |

- Quando era criança, você me disse que os monstros não existiam.
- E não existem! Confie em mim. Se os monstros existissem,querida, não arrancariam o seu braço como eu, nem te apunhalariam as costas como eu te apunhalei.
- Não, isso não faz sentido... Tudo isso me parece monstruoso...
- Está me chamando de monstro? Respeite os mais velhos, garota! Isso não é monstruosidade. É amor, sua ingrata! Se te joguei do penhasco e te feri gravemente é porque era para o seu bem! Eu sempre soube o que é melhor pra você! Como você tem coragem de reclamar?!
- Monstro, se ainda me sobra algo inteiro que ainda não foi destruído por você, esse algo é a razão. E quanto mais você nega os monstros, mas monstruoso você me parece.

1 comentários:

SolBarreto disse...

Quase me vi em seu dialogo!
Rsrsrs gostei!