FUTUROS AMORES

Um blog sobre amor, arte e acaso.

10 de mai de 2010

Poesia para crescer.

Postado por Priscila |



Hoje o dia amanheceu cinzinha. Saí cantando, tentando colorir o ar.
Trabalhei, respirei fundo e saí com um gosto ácido de que tenho muito que aprender sobre a malandragem da vida. Quero crescer, mas sem me perder.

Que o meu coração seja revestido de amor para se manter puro.

"Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás" (Che Guevara)

1 comentários:

Vanessa Souza Moraes disse...

Crescer, sem se perder.

Eis tarefa árdua.